Casamento Real: Maria Julia e Axel

postei aqui pra vocês sobre o convite lindo do casamento da querida Maria Julia. E o tempo foi passando, eu fui ficando sem tempo, minha vida virou de ponta cabeça, várias coisas aconteceram e eu fui adiando o post sobre o casamento completo.

Aliás, casamento maravilhoso e quase 100% DIY, vocês vão amar.

Conheci a Maria Julia em um site de casamentos, viramos colegas e acompanhei com muita ansiedade cada conquista em relação ao casamento dela com o Axel que aconteceu dia 26 de abril de 2015, 10h30 da manhã, ao ar livre, em uma chácara. Vai sentindo a beleza toda desse casório gente!

Os convites, lindos por sinal, já indicavam qual seria o clima da cerimônia:

Como disse lá em cima, tiveram vários DIY no casamento, e vou mostrar alguns aqui pra vocês. Aproveitem e já salvem na pastinha de inspiração pra não esquecer!

Ah, o Axel, marido da Maria Julia, é oriental, por isso, ela teve o cuidado e carinho de misturar as tradições no casório pra tudo ficar a carinha dos dois.

Viram que teve plaquinha pra colocar nas cadeiras dos noivos, leque com informações sobre o casamento, buquê, porta aliança de pérolas e saquinho mega DIY com arroz pra jogar nos noivos né? Uma coisa mais linda que a outra!

Também amei o clima do casamento e a decoração. A Maria Julia pensou em cada detalhe e arrasou em cada pedacinho da celebração:

Entre todos os itens acima tem dois particularmente que eu amo: mesa comunitária para casamentos ao ar livre e o cardápio, para TODOS os casamentos. É muito melhor quando o convidado sabe o que está na frente dele e pode decidir se quer comer ou não. Já vi tanta gente tendo que tirar a comida da boca porque descobriu, só assim, que não gostava do recheio. É uma coisa bem simples de se fazer e vale muito a pena.

E por último, mas não menos importante, os noivos! A Maria Julia e o Axel estavam lindos e com uma mega carinha de apaixonados. Teve até cachorrinho entrando com o noivo gente!

Ameeeeei!!! É aquele tipo de casamento que dá vontade de ter ido não é?

Um beijo grande pra linda da Maria Julia e todas as bençãos e felicidades do mundo pro casal ❤

Anúncios

As famosas garrafas <3

Se tem uma coisa que tá super na moda em noivados, chás e casamentos essa coisa é a garrafa

Todo mundo quer ter uma pra chamar de sua em algum momento do casamento e então eu resolvi postar aqui pra vocês várias inspirações pra quem sabe você conseguir ter uma exclusiva e não mais do mesmo né?

A dica pra conseguir garrafas é pedir no facebook (sempre tem alguém que conhece alguém que tem) ou então nos bares e lanchonetes perto da sua casa. A partir daí você tem que escolher se pinta, qual cor, qual estilo e o que vai colocar dentro.

Acho muito bonitinho as garrafinhas pintadas e com mosquitinho (flor, não pernilongos hahaha) dentro.

Para pintar você pode utilizar alguma das técnicas espalhadas pela internet (aqui, aqui e aqui) ou pintar com spray (acho mais fácil utilizar o spray para cores metalizadas – aqui).

Sobre as opções de decoração com as garrafinhas: dá pra pendurar, colocar como iluminação, deixar como centro de mesa, colocar na mesa do bolo, dar garrafada na cara das inimigas, MENTIRA! hahaha Vale o que a sua imaginação mandar.

 

Tenho pouquíssimo dinheiro, o que fazer?

Como eu sempre digo aqui: casar é uma coisa muito cara. Daria pra comprar um carro, dar entrada numa casa, mobiliar uma casa toda somente com o dinheiro que gastamos entre cerimônia + festa em um casamento mais “tradicional”.

Óbvio que a maioria das pessoas não tem esse dinheiro todo e contam com a ajuda da família para realizar o grande sonho. Mas e quem não pode ter essa ajuda? E quem tem pouquíssima grana pra realizar o casamento e mesmo assim gostaria de comemorar com a família e amigos mais próximos?

Vou tentar ajudar.

Realmente talvez não dê pra você ter um casamento de princesa, de novela, de filme, mas dá pra você programar algo mais simples e ainda sim, lindo.

Vale lembrar que esse post é pra quem está realmente sem dinheiro sobrando mas quer comemorar o casamento com as pessoas que ama.

– Casamento na igreja: realizar a cerimônia na igreja faz com que a gente gaste com decoração, músicos, transporte, etc… é possível realizar um casamento religioso sem todas essas pompas viu?! Você pode simplesmente não decorar a igreja e colocar um CD pra tocar durante a cerimônia ou ainda realizar o casamento sem os convidados, somente vocês e as testemunhas. Acho essa opção bacana pra quem não abre mão da benção de Deus no matrimônio.

– Local: procure uma opção que seja de graça. Pode ser o salão do seu prédio ou do prédio de algum parente ou amigo. É importante encontrar algum que realmente não cobre, ou cobre uma taxa simbólica, R$50 por exemplo. Caso você queira algo ao ar livre vale o quintal grande de alguma casa ou a roça emprestada de alguém da família. Aqui no blog já fiz um post sobre casar no salão de festa do seu prédio.

– O que servir: se eu não tivesse praticamente grana nenhuma para o casamento serviria salgados. Aqui na minha cidade custa em média R$35 o cento frito. É importante encomendar salgados que não fiquem ruins quando esfriam (ex: AMO bolinha de queijo, mas quando esfria não rola). Os assados talvez sejam a melhor opção.  A conta que se faz geralmente é de 15 salgados por pessoa. Você também pode encomendar docinhos ou fazer bolos básicos (cenoura, laranja, fubá) e deixar exposto de uma forma bonita em uma “mesa de doces” ou “mesa de bolos”. Pra tomar: vai do gosto de cada um.

Você também pode fazer uma mesa de frutas, que tal? Fica barato e todo mundo gosta. Ah, também pode rolar uma mesa de doces igual falei nesse post aqui. Vai depender de quanta grana vocês tem.

– Decoração: Você vai precisar de 2/3 mesas grandes para ser a mesa do bolo e mais uma de apoio para os salgados, por exemplo (pode ser a da cozinha/jantar da casa dos parentes – nada que uma toalha bonita não resolva) e de mesas para os convidados (plástico, ferro, aço…). O centro de mesa pode ser feito de garrafinha pintada com flor, ou com algum artesanato de feltro, ou o que a sua imaginação mandar. Geralmente alugar toalhas é bem barato, mas se mesmo assim não couber no seu bolso existe a opção de comprar tecidos e pedir pra alguma tia costureira fazer as toalhas.

– Música: você pode fazer uma playlist com as músicas que vocês mais gostam e deixar tocando em um rádio, ou ainda chamar a banda daquele primo pra dar uma canja durante a festa. Se os seus convidados forem mais animados talvez role até um karaokê, que tal? Você só precisa de um microfone e uma caixa de som. Com certeza alguém conhece alguém que conhece alguém que tem pra emprestar durante algumas horinhas.

O maior segredo é realmente chamar o menor número de pessoas possível. Quanto mais próxima a pessoa for de vocês menos ela vai se importar do quanto glamour tem ou não na comemoração.

E ah, as dicas que dei de como economizar no chá bar podem servir de inspiração para esse post também.

Inspirações:

 

 

 

Kit Toilette – Kit Banheiro

Já começo o post confessando que nunca usei e também nunca soube o que tinha dentro do kit toilette dos casamentos que já fui na vida. Só me dei conta da real existência desse “mimo” quando fiquei noiva e comecei a pesquisar coisas sobre casamento.

Ainda não sei se vou realmente fazer para o meu grande dia e, se fizer, vou fazer algo bem simples, porque gastar dinheiro com coisa de banheiro pra quase nenhum convidado utilizar da maneira certa é sacanagem né? hahaha 

Andei pesquisando no Elo7 e só a caixinha sai em torno de R$80, aí você calcula mais o valor dos produtos que você vai comprar e também da personalização. Já dá pra pagar um passeio da CVC lá na sua lua de mel, ou seja, não compensa (se você for pobre igual eu, se você for rica minha filha aí tudo compensa). Tem também as empresas que já te entregam tudo prontinho, que deve ser ainda mais caro, apesar de ficar muito bonito.

Se eu resolver fazer pode ter certeza que farei com minhas próprias mãos.

O que acho bem complicado do kit de banheiro é que tem convidado sem noção que acha que tudo ali é pra ele. Rouba remédio, band aid, linha, agulha, desodorante, enfim… Então é bom ficar bem esperta com todos os itens.

Mas, como sei que a maioria das noivinhas são doidas pelos kits, resolvi reunir aqui vários modelinhos que achei pela internet pra inspirar vocês, espero que gostem ❤

Depois de pesquisar tanta foto fiquei com vontade sim de fazer, só que mais simples sabe? Sem a personalização toda porque ninguém liga mesmo e fica mais prático, pra mim, no MEU caso.

E vocês meninas, vão encomendar ou vão vocês mesmas colocar a mão na massa? ❤

Como economizar no chá bar

Na verdade as dicas desse post servem para qualquer tipo de chá (cozinha, panela, lingerie…) e inclusive para noivado, é só adaptar algumas coisinhas e criar outras.

Muitas pessoas acabam desistindo de fazer chá bar por acharem que vão gastar muito com isso, justamente em uma época em que estamos economizando até os grãs de arroz no restaurante por Kg. Mas calma, que tudo é possível. Fé em Deus que dá SIM pra fazer uma festa legal, confortável e cheia de comidas deliciosas para os convidados.

A minha dica desse post é: você já pensou em fazer um chá bar tendo como tema festa junina? Siiim, a festa mais deliciosa do Brasil minha gente!

– Para o cardápio você mesma pode fazer vários bolos (cenoura, fubá, laranja…), cortar em pedaços e deixar em cima de uma mesa de guloseimas. Pode comprar doces (doce de leite, de banana, de abóbora, paçoca…) que saem baratinho. Pode fazer copinhos com brigadeiro, mousse de maracujá e de limão. Pode também fazer pipoca e deixar em saquinhos. Olha só quanta opção boa de comida!

– De salgado você pode encomendar salgadinhos (de preferência os que não ficam ruins quando esfriam) e fazer mini cachorro quente.

– Para a decoração tudo pode ser bem simples já que em festa junina não tem nada chique, caro ou arrumado demais. Pode comprar (ou fazer) bandeirinhas pra enfeitar o salão e/ou as mesas (inclusive a do bolo e de doces).

– O local pode ser o quintal da sua casa ou o salão do prédio que você mora.

– Além disso, você pode pedir para os convidados irem a caráter e até mesmo fazer brincadeiras de festa junina como a dança na quadrilha, acertar a bola na boca do palhaço, argolas, e assim vai…

Fica uma festa simples, barata, animada e divertida. Além das comidas servidas serem uma delícia!

 

Faça Você Mesma: Mesa de Doce (guloseimas) Simples

Hoje em dia as pessoas estão tão preocupadas em fazer casamentos glamurosos, cheios de ostentação e coisas que ninguém sabe o que é (e que muitas vezes nem os próprios noivos gostam) que esquecem do simples, do básico.

Quem não ama doce? E imagina se na sua festa de noivado, no seu chá e/ou no seu casamento você preparasse uma mesa simples, mas cheia deles? Que tal?

Hoje em dia a maioria dos buffets já tem a opção de contratar uma mesa de doces, mas, geralmente são os docinhos da festa, cheio de frescura. A ideia aqui é você mesma montar uma mesa de guloseimas, de coisas gostosas pra comer rapidamente, quem sabe enquanto dá uma fugidinha da pista de dança ou espera a hora do bolo ser servido.

Na festa de 15 anos da minha irmã teve e foi sucesso.

Você pode alugar uma mesa (até com o próprio buffet contratado) e pegar potes de vidro (quem sabe até da casa dos seus pais ou da sua nova casinha) e pedir pra algum parente ou amigo ir durante o dia montar no seu salão. Ele pode até já colocar todos os doces nos potes, cobrir com plástico filme e o buffet retira na hora da festa.

Que tal?

“Ai Dai, mas não fica com cara de festa infantil?” eu te respondo: tem coisa melhor que comida de festa infantil? ❤